Casa em Caselas, Lisboa

O Bairro de Caselas, em Lisboa, foi construído em 1949 e desenhado pelo Arquitecto António Couto Martins.

Com uma organização regular e ortogonal este bairro é caracterizado pela adaptação da sua malha urbana a alguns elementos pré-existentes, como a Igreja, que serviram de referência aos seus principais eixos.

Localizado no limite do Parque Florestal de Monsanto este bairro tem um ambiente muito próprio e calmo, característico das aldeias que serviram de inspiração à sua concepção.

É um bairro social de moradias geminadas composto por lotes com construções em dois pisos de pequena dimensão que, de uma forma geral, tem mantido as suas características morfológicas.

O projecto procura adaptar a construção existente às necessidades quotidianas sendo o principal desafio a adaptação dos espaços muito pequenos, característicos destas casas, a uma vivência contemporânea.

Respeitando a morfologia do edifício a intervenção consiste na adição estratégica de dois volumes à pré-existência. A Sul, o volume estreito de apenas um piso assume as diferentes épocas de construção para a frente de rua. Sobre o logradouro um volume de três pisos procura resolver as necessidades principais do programa criando espaços com dimensões adequadas á utilização da casa.

Distribuindo a casa por três pisos de dimensões modestas o projecto procura explorar no exterior as características da vida rural que se encontra neste tipo de bairro. A organização e distribuição dos espaços foi feita com base na privacidade e na relação do jardim com os espaços sociais da casa.

No piso em cave está uma casa de banho social, lavandaria e um escritório/sala de estar aberto para um pátio e no piso superior os quartos e uma casa de banho.

No piso térreo, de entrada em casa, fica a sala de estar, sala de jantar e cozinha, tudo num espaço amplo que vive uma relação muito forte com o exterior.

Localização Lisboa
Data 2015
Área de Construção 150m2
Fotografia Francisco Nogueira